domingo, 5 de junho de 2011

O CRESCIMENTO DA RENDA PER CAPITA BRASILEIRA


Do portal de Luis Nassif:

Por Marco Antonio L.

Prezado Nassif,

Dessa forma, em 2020, a renda per capita brasileira deverá estar em R$50.000,00 e entre as 10 maiores do mundo, e o Brasil entre as cinco maiores economias do planeta. Isso, iniciado por um Presidente-torneiro-mecânico, seguido de uma Presidenta-guerrilheira. Para alguns poucos, isso é depressivo, mas para 96% dos brasileiros é a glória.”

Do “Último Segundo”, do portal iG São Paulo, em 03/06/2011 às 17:05:

RENDA PER CAPITA BRASILEIRA PODE SUPERAR OS US$ 12 MIL ESTE ANO

Com esse resultado, País pode ultrapassar a média mundial de US$ 11,2 mil de renda per capita até dezembro.

A economia brasileira está próxima de alcançar a marca de US$ 12,5 mil (R$ 19.706) de renda per capita em 2011, segundo projeções elaboradas com base nos dados oficiais do Produto Interno Bruto (PIB) divulgados na sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de e Estatística (IBGE) e tabulados pelo portal iG.

Isso significa que o Brasil deve ultrapassar a média mundial de US$ 11,2 mil de renda per capita e ganhar oito posições no ranking mundial de PIB per capita do Banco Mundial. No ano passado, o País alcançou renda per capita que superou a marca de US$ 10 mil.

O Brasil ocupa, atualmente, a 104ª posição e deve saltar para o 92º lugar até o fim do ano, superando países como Sérvia, Irã, Romênia e Turquia. O indicador de renda per capita é resultado da divisão entre as riquezas produzidas por um país e sua população.

As mudanças estruturais na economia do País com o fortalecimento da classe média, a redução de forma mais acelerada da pobreza e o aumento real do salário mínimo, que ampliou o poder de compra das famílias, devem contribuir para consolidar o ritmo de expansão econômica de forma sustentada, a exemplo do que aconteceu em décadas passadas com alguns dos principais países desenvolvidos como Estados Unidos e Japão.

A expectativa do governo e dos analistas é que o País alcance crescimento de 4,5% este ano. Apesar de ser desempenho mais modesto na comparação com o forte resultado de 7,5% apresentado em 2010, o ponto positivo, segundo os especialistas, é o fato de que o crescimento da economia em 2011 se dará sobre base forte e mais consolidada.

Em 2009, o PIB per capita do Brasil atingiu R$ 16.414. O dado oficial referente a 2010 ainda não foi divulgado pelo IBGE. O instituto aguarda a consolidação dos dados populacionais do último Censo, realizado no ano passado.”

FONTE: portal de Luis Nassif (http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/o-crescimento-da-renda-per-capita-brasileira#more) [imagem do Google adicionada por este blog].

3 comentários:

João disse...

Pra mim esse índice não vale nada!!! Além do mais é extremamente enganoso... típica análise de economista neoliberal que só olha papel e não anda na rua!!

Na calculadora é muito fácil pegar toda a renda e dividir pela população... progresso mesmo será quando conseguirmos fazer isso na prática!!

Num país onde banqueiro lucra bilhões e bombeiro sustenta a família com 950 de salário chega a ser uma piada de muito mal gosto usar uma análise tão simplista para avaliar progresso!!

Política disse...

João,
Realmente, esse índice, sozinho, não expressa a realidade de desigualdades internas. A China, por exemplo, já é a 2ª potência econômica, mas tem baixíssimo índice per capita, da ordem de grandeza de US$ 3.700. Porém, o índice é usado em todos os países para compor, com outros parâmetros, análises mais complexas.
Maria Tereza

lilian silva disse...

Alexandre
Realmente fazendo calculos chegamos a esses numeros,mais se tirarmos o x da corrupção não sobra muito,ai deparamos com a realidade que a gente ver no dia dia.