quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

IBOPE: DILMA SOBE 8 PONTOS; SERRA CAI 2


"Pesquisa Ibope/Diário do Comércio, encomendada pela Associação Comercial de São Paulo e realizada entre os dias 6 a 9 deste mês, indica que a corrida à sucessão presidencial de outubro continua polarizada pelos pré-candidatos do PSDB e do PT, respectivamente o governador de São Paulo, José Serra, e a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff.

Nessa mostra, Serra tem 36% das intenções de voto e Dilma 25%. Em terceiro lugar está o deputado federal Ciro Gomes (PSB) com 11%, seguido da senadora Marina Silva (PV) com 8%. O porcentual de votos brancos e nulos somou 11% e dos que disseram não saber em quem vota atingiu 9%.

A última pesquisa divulgada pelo Ibope foi no dia 7 de dezembro do ano passado. Na mostra, encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), José Serra registrava 38% das intenções de voto, seguido de Dilma Rousseff com 17%, Ciro Gomes com 13% e Marina Silva com 6%. Naquela pesquisa, o porcentual de votos brancos e nulos atingiu 13% e dos que disseram não saber em quem votar ou não quiseram responder somou 12%.

Montenegro desmoralizou Ibope, e Ibope desmoraliza Montenegro

O Ibope tornou-se um instituto irremediavelmente sob suspeita, quando seu dono, Carlos Augusto Montenegro se meteu a fazer militância vidente pró-Serra, nas páginas da revista Veja, em agosto de 2009 (figura abaixo).

De agora em diante, nem mesmo demo-tucanos confiam cegamente numa pesquisa do Ibope. Sempre precisarão de uma segunda opinião, para confirmar.

Pois o vidente Montenegro já é desmoralizado pelas suas próprias pesquisas suspeitas. Segundo ele o teto de Dilma seria entre 15 e 20%, e sua própria pesquisa suspeita já aponta 25%.

A pesquisa, mesmo que suspeita, foi muito boa para Dilma, pois mostra ela crescendo 8 pontos e Serra caindo 2, ou seja tirou uma diferença de 10 pontos entre dezembro e fevereiro. Até no suspeito IBOPE, confirma a tendência de forte subida de Dilma, e queda lenta de Serra, já apontada nas demais pesquisas deste ano.

Além da militância vidente de Montenegro pró-Serra, outros fatores enfraquecem a credibilidade desta pesquisa do IBOPE:

1) Ulysses Guimarães já dizia “A margem de erro é a margem de lucro das pesquisas”, e esta foi encomendada pelo maior reduto do DEMos paulista: a Associação Comercial de São Paulo (ligada a Guilherme Afif Dominguez, secretário estadual do trabalho de José Serra), portanto uma entidade que "não colocaria objeção" em deixar a pesquisa esticar um pouquinho os números de Serra para cima e de Dilma para baixo.

2) Estranha escolha de fazer pesquisa na semana que antecede o carnaval (será porque as chuvas deram uma trégua? Será porque os paulistas que viajaram durante o carnaval sentiriam o efeito dos novos pedágios, se a pesquisa fosse feita depois?).

Ninguém que queira de fato tomar o pulso do eleitorado escolheria tal data, véspera de feriado de carnaval, quando a maioria da população está mais interessada em aproveitar férias ou feriadão do que pensar a sério em política.

Isso parece coisa de quem não quer ver seus números comparados com outros institutos no mesmo período. Se outras pesquisas vierem com outros números mais favoráveis para Dilma, Montenegro poderá usar como álibi o fato de ser datas diferentes.

3) A divulgação na quarta-feira de cinzas, também é coisa de quem mais quer esconder do grande público, do que divulgar. Parece coisa de quem quer usar as pesquisas apenas para evitar a debandada de políticos nos palanques regionais, que começam a abandonar Serra, preocupados com a derrota. A pesquisa serviria para mostrar que Serra não está tão decadente assim, teria caído apenas 2 pontos."

FONTE: postado hoje (18/02) e ontem no blog "Os amigos do Presidente Lula".

2 comentários:

Renaldo disse...

Muito bom esse comentário sobre a pesquisa e o resultado execelente!

Política disse...

Renaldo,
Obrigada pelo comentário. O texto é realmente bom. Foi por mim lido no blog "Os amigos do Presidente Lula".
Maria Tereza